INICIO | HOTÉIS | BUS| PROVÍNCIAS | CONTATO

NEW

PESQUISA PARA TURISTAS PLACE:
MAR DEL PLATA
VILLA GESELL
CARILÓ
PINAMAR
MAR DE AJÓ
SAN BERNARDO
SANTA TERESITA
SAN CLEMENTE
PIRIÁPOLIS

 

TERMAS
RIO HONDO
SANTIAGO DEL ESTERO (Laia mais)
VILLA ELISA
ENTRE RIOS
Mais Termas aqui

 

ESTANCIAS
Desfrute a conveniência eo prazer de visitar fazendas, pousadas e muito mais em todo o país (Leia mais)

 

ARGENTINA TEMPO
Saiba mais sobre a previsão de tempo em cada província da Argentina, atualizado a cada dez minutos.(Leia mais)

 

THEATER COLON
Um dos teatros mais prestigiados do mundo.(Leia mais)

 

 
 

 

VISITS

 
 

 

Av. de Mayo 1343, PB UF 5 Bs. As, (C.A.B.A.).
Tel: +54 11 4384-0785 | Leg. N° 10704

agencia@turismomardulce.com.ar
 

 

 

 

Español version English version

A Agência de Viagens Mar Dulce
Travel Agency
 

 

A Agência de Viagens TURISMO MAR DOCE provee serviços de venda de bilhetes a todos os destinos turísticos de Argentina.

História da denominación da Agência de Viagens “Mar Doce”
Ao iniciar o trámite em Secretaria de Turismo no ano 2000, agora Ministério, para a abertura da Agência de Viagen spensamos que devia ter um
nome com história e pudesse coincidir com algum facto relevante para poder a identificar em nossa cidade.

 

É por este motivo que pensamos primeiro em nosso país , seu denominación , este vocablo «argentina» prove do latín argentum (prata). Já desde as épocas de Pedro de Mendoza para se referir à região do Rio da Prata.
Os portugueses denominavam-no Rio dá Prata por causa dos rumores que postulaban a existência de metais preciosos e que finalmente se impôs
como Rio da Prata.
A latinización do nome ARGENTINA apareceu em 1602, quando Martín do Barco Centenera, , título o poema A Argentina.
Por isso nos resulto como identificação este Rio tão importante que recebeu como primeiro nome “Mar Doce” por sua grandeza e o gosto de suas águas.
A primeira parte dessa história começa em fevereiro de 1516, quando Juan Díaz de Solis, creu encontrar o estreito procurado e descobriu o Mar Doce chamado também rio de Santa María e rio de Solís, mas o que achou foi o Ríode a Prata.
Pareceu-nos um muito belo nome já que a denominación da Agência de Viagens ia levar um nome com história própria.

     
Sitio de la Semana: USHUAIA - A Cidade do Fim Do Mundo
Ushuaia é uma cidade da Argentina e capital da Província da Terra do Fogo. Seu nome provém do idioma indígena yagan: ushu + aia (fundo + baía = baía profunda). Sua região foi habitada pelo homem desde milhares de anos, e foi colonizada por europeus a partir de meados do século XIX, que instalaram missões para catequização dos indígenas. Estes, porém, logo desapareceram sob o impacto da aculturação e da devastação causada por epidemias trazidas pelos colonizadores. A cidade cresceu lentamente ao longo da primeira metade do século XX, principalmente em função da instalação de um presídio, que trouxe muitos funcionários administrativos e atraiu novos colonos, mas também fez com que se formasse uma impressão sombria sobre o local. A partir da metade do século o presídio foi extinto, a cultura se diversificou e o progresso se deu mais rápido, com a instalação de diversos serviços, a melhoria na infraestrutura urbana e a criação de incentivos governamentais para a fixação de novos residentes. Atualmente a cidade é um importante pólo turístico da Argentina e se tornou famosa como La ciudad más austral del mundo (A cidade mais austral do mundo) ou La ciudad del Fin del Mundo (A cidade do Fim do Mundo).
A Terra do Fogo foi habitada por povos indígenas desde cerca de onze mil anos atrás, procedentes do norte do continente. Entre esses povos estavam os onas, os chonkóiunka, os alacalufos e os yagans. Embora tivessem culturas particulares, eram em muito semelhantes entre si, tratando-se no geral de caçadores-coletores nômades que viviam em habitações extremamente rústicas e vestiam-se sumariamente, quando não passavam completamente nus a despeito das duras condições climáticas da ilha. Todos esses grupos se dividiam em pequenas comunidades autônomas, frequentemente em guerra entre si e com costumes diferenciados, formando um verdadeiro mosaico cultural.[1] Na região de Ushuaia predominavam os yagans, estendendo sua presença até as duas entrada do Canal de Beagle e o Cabo Horn. Possuíam uma rica mitologia e uma língua surpreendentemente complexa e sutil para uma cultura paupérrima em todos os outros aspectos. Embora habitassem em terra, eram primariamente canoeiros nômades que se alimentavam de mariscos ou caçavam guanacos com arco e flecha, passando pouco tempo em cada local para logo depois levantarem acampamento e procurarem locais com alimentos mais abundantes. Disso deriva que sua concepção de mundo era peculiar, já que o entendiam a partir da água e não da terra. Passavam a maior parte do tempo nus ou vestiam apenas uma pele de animal atada sobre os ombros. Eram morenos, tinham uma estatura que não ultrapassava 1,6 m, sua vida era curta e as dificuldades da sobrevivência eram extremas, sendo a fome muito comum. Não hesitavam em comer carcaças semiapodrecidas de baleias e focas mortas que arribavam à praia. Apesar de terem uma colorida tradição mitológica e mágica, preservada pelos seus xamãs, não tinham um conceito de Deus ou de um Criador
Buque containero Maruba Africa zarpa de Puerto Ushuaia, destino Santos (Brasil).
 
 
Aprenda mais lugares! clique sobre os números abaixo!
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - 11 - 12 - 13 - 14 - 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31

 

 

 

 

 

twitter
Siga-nos no twitter!
twitter.com/TurismoMarDulce

 

TANGO IN BUENOS AIRES
SEÑOR TANGO (Leia mais)
TANGO ROJO (Leia mais)

 

 


 
imp

 

 

TURISMO MAR DULCE - Todos os Direitos Reservados- MAREA DESIGN